OFERTA DO DIA

Sistema de Queima Q48 – 1 ano de resultados em 8 semanas – 12x sem juros

Aproveitar

Como escolher um monitor de frequência Cardíaca – parte II

Daniel Darugna Tecnologia 2 comentários">2 comentários
hrm

Na parte 1, abordamos algumas questões básicas para aqueles de vocês que nunca usaram um monitor de freqüência cardíaca. Respondemos algumas perguntas simples sobre os benefícios que você pode obter por usar um monitor de freqüência cardíaca. Hoje abordaremos as diferentes maneiras de medir frequência cardíaca e listaremos os prós e contras de cada um.

Aqui estão os tipos de monitores cardíacos e os métodos de medição mais populares do mercado:

Modelos com sensor de dedo:

Nestes modelos, precisamos tocar um dedo para o sensor touch do aparelho para ativar o monitor de freqüência cardíaca. A precisão dos dados do sensor de dedo é estimada em 95%. Há algumas novas tecnologias no mercado, sendo um deles a tecnologia de Valencell chamado V-LINC. V-LINC, que mede ritmo cardíaco usando a tecnologia que está incorporada em fones de áudio, eliminando alguns contras que citei abaixo. Estas tecnologias são novas e ainda não possuo uma opinião formada sobre elas, apesar de adorar coisas tecnologias novas, por isto estou me baseando nos modelos tradicionais para escrever estes posts.

Para mais informações sobre a tecnologia da Valencell, acesse este vídeo:

  • Prós: Não necessita de cinta o que significa maior simplicidade e conforto. Modelos de sensores digitais possuem preços mais acessíveis do que a maioria dos modelos com cinta peitoral.
  • Contras: Você deve fazer uma pausa durante o exercício para medir sua frequência. Eles tendem a não ser tão precisos quanto os modelos com cinta peitoral. Não existe nenhuma opção de velocidade integrada e monitoramento de distância.

Monitor de Frequência Cardíaca com Cinta Peitoral

Este é de longe o estilo mais comum, estes consistem em dois componentes: uma cinta que prende-se em volta do peito e transmite o sinal da frequência cardíaca para um relógio monitor da frequência cardíaca, computador, bicicleta ou smartphone, como o iPhone ou celulares com Android. As cintas que trabalham com iPhones e telefones Android normalmente não trabalham com relógios monitor de freqüência cardíaca, e vice-versa. Isso está mudando, mas certifique-se de que a cinta que você planeja comprar funciona com o hardware(relógio, telefone, etc.) antes de efetuar a compra.

Os modelos variam do básico ao avançado, os preços também.

Os modelos básicos marcam o tempo do treino, frequência cardíaca contínua, média, mais alta e mais baixa. Já os modelos mais avançados podem enviar um sinal codificado para evitar interfêrencia de sinal com outros aparelhos. Eles podem trabalhar em conjunto com um sensor de pé, que é fixado nos cadarços do seu tênis para acompanhar a sua velocidade, distância e cadência. Pode ter recursos de GPS para ajudar a marcar e encontrar locais, informações de elevação e usar treinos anteriores para competir contra seus próprios exercícios anteriores.

  • Prós: Modelos com cinta peitoral oferecem informações da frequência do coração, sem precisar parar durante o exercício para medir ou visualizá-lo. A precisão tende a ser melhor do que com modelos de sensores de dedo, e eles oferecem mais opções, como a velocidade e monitoramento da distância através de receptores GPS.
  • Contras: Estes são geralmente mais caros do que os modelos de sensores de dedo. Os modelos mais baratos não evitam interferência com outros monitores de freqüência cardíaca sem fios. Algumas cintas peitorais são menos confortáveis ​​do que outras.

Provavelmente quando você for comprar um monitor de freqüência cardíaca, você vai comprar uma combinação de cinta / relógio, ou uma cinta que funcione com um smartphone. Você pode ter ouvido falar de algumas tecnologias como ANT, ANT +, Bluetooth, o Bluetooth Low, ou Bluetooth 4.0. Estes são os diferentes protocolos que são utilizados para a comunicação entre a cinta que monitora a frequência cardíaca e relógio ou smartphone.

Diferentes fabricantes usam diferentes métodos para enviar dados, por isso é importante para entender se o seu hardware é compatível. Vamos abordar os diferentes protocolos no próximo post.

Aproveite e conheça toda nossa série de artigos sobre como escolher um monitor de frequência Cardíaca:

Até a próxima!

Tecnologia Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

Quer emagrecer? Deixe seus dados e receba periodicamente nossas dicas de dieta e estilo de vida saudável!

Daniel Darugna

Formado em Administração, certificado Project Manager Professional pelo PMI. Faixa marrom de Jiu-Jitsu. Alquimista na cozinha. Pesquisador na área da Saúde e Fitness e evangelista de um estilo de vida saudável. 

Artigos Recentes:

Receba em seu e-mail dicas sobre emagrecimento e estilo de vida saudável...