OFERTA DO DIA

Sistema de Queima Q48 – 1 ano de resultados em 8 semanas – 12x sem juros

Aproveitar

O que fazer na Croácia

Melanie Mafli Sem categoria 2 comentários">2 comentários
Croácia

Ola pessoal! Faz um tempo que não escrevemos aqui. Portanto hoje vamos abordar um assunto interessante, um assunto que faz bem pra alma e mente, que afinal também precisa de cuidado. Voce já desejou viajar para um destino diferente quando vier a Europa? Que tal Croácia? Isso mesmo, eu garanto a vocês que é um destino maravilhoso.Para ajudar na decisão de vocês resolvi escrever nosso roteiro de duas semanas na Croácia.

Croácia

A Croácia é um pais europeu que faz parte da união européia desde 2013, porem possui sua própria moeda. Com pessoas simpáticas e prestes a ajudar sempre, e sua cultura diferenciada ela encanta seus visitantes.

Esse país tem praias e mar, algo que amamos! Claro que as praias são diferentes pois não possuem areia fina, e sim pedrinhas ou muitas vezes apenas costão. Porém a cor da água é encantadora. Suas terras são banhadas pelo mar Adriático pelo oeste e possui uma fronteira marítima com a Italia.

A comida é muito boa, especializada em frutos do mar, principalmente Lulas e o famoso Black Risoto. Carne de bizero também é muito consumido no país. Portanto se voce gosta de frutos do mar e peixes, vai amar!

O que fazer na Croácia

Mesmo sendo um país pequeno ha inúmeras coisas a se fazer: montanhas, parques nacionais, praias, ilhas. Durante nossa viagem tentamos fazer de tudo um pouco e deu certo. Por isso acho importante compartilhar com vocês.

Primeira etapa da viagem- Road Trip

Para a primeira semana decidimos alugar um carro para poder fazer mais coisas no país. Chegamos a noite na cidade de Split(uma das mais visitadas do pais), alugamos um carro e fomos direto para nossa hospedagem.

Primosten

No dia seguinte acordamos cedo, tomamos um café reforçado e fomos em direção a cidade chamada Primosten. Ela é uma cidade bem pequena mas encantadora. Com duas praias diferentes e uma “quase ilha” onde fica a cidade antiga com vários restaurantes.

Chegamos por volta das 12:30 fizemos o check in e decidimos passar a tarde na praia, e conhecer a área. Primeiro tive que me acostumar com a areia de pedras , que pra mim foi estranho de início. Mas com o tempo acostuma. A maioria das praias não tem ondas, são águas calmas é uma delicia para nadar e boiar.

Uma das Praias de Primosten!
Uma das Praias de Primosten!
Curtindo o primeiro dia de praia
Curtindo o primeiro dia de praia

Ficamos ate por volta das 17:30 e fomos pra casa tomar um banho e trocar de roupa para jantarmos na cidade antiga. Chegamos bem na hora do pôr do sol e como essa parte é mais alta você consegue acompanhar o pôr do sol com uma vista linda. Andar por aquelas ruazinhas faz você se sentir em outra época, é realmente incrível.

A Igreja de Primosten no topo do morro.
A Igreja de Primosten no topo do morro.

Passamos por vários restaurantes lotados de turistas, não tem como fugir disso. A Croácia como um todo no verão é bastante visitado. Decidimos por comer em um restaurante de frente pro mar fora da cidade antiga mais no centrinho. Peço desculpas mas não me recordo o nome dele. Comemos salada e frutos do mar, estava muito gostoso.

Salmao com Legumes grelhados.
Salmao com Legumes grelhados.
Lula com batatas - Prato do Daniel
Lula com batatas – Prato do Daniel

No dia seguinte partiu próximo destino: Krka Nacional Park

Krka Nacional Park

Krka Nacional Park
Krka Nacional Park

Krka é um dos parques nacionais do país, ele é menor do que o mais conhecido que é o Plivitce, mas vale muito a pena também. Fica a apenas 40 minutos de carro de Primosten, então chegamos bem cedo no parque e decidimos o passeio que iriamos fazer.

Para entrar no parque você paga na alta temporada (adulto) 150.00 Kunas. Logo você pega um ônibus que está incluso no valor que o levará para a entrada principal do parque. Lá eles explicam o que você pode fazer e visitar. Descobrimos que eles tinham o passeio de barco também, e decidimos fazer (custa mais 100 Kunas).

Portanto a melhor escolha para nós foi: iniciarmos o passeio a pé pela trilha até chegar a Cachoeira principal. São apenas 3 km. Nessa cachoeira é permitido nadar, e é o cartão postal do local, então garanta seu traje de banho para entrar na água cristalina e absorver a energia da natureza e claro, tirar fotos.

Krka Nacional Park
Krka Nacional Park

Para irmos para o passeio de barco ( você compra o ingresso com horário fixo) é preciso caminhar mais 400 m da entrada principal. Lá o barco já estará esperando para o próximo passeio. E que passeio!

Passeio de barco em Krka
Passeio de barco em Krka

Tivemos sorte de sentar num lugar VIP, na frente do barco, tendo toda a vista de frente só pra nós. O silêncio da natureza me encanta sempre, e é possível curtir por 30 minutos essa natureza até chegar na primeira ilha, que é um monastério.

A ilha é super pequena e você é convidado a entrar no museum e igreja do monastério, um passeio super rápido. E então parte para a próxima etapa, mais 40 min de barco até chegar a última cachoeira que poder ser viste de frente apenas de barco.

Nesse local o barco fica parado por 1:30h, deixando você com opções de descansar, tomar banho de lago, caminhar nas trilhas ou subir num morro onde terá toda a vista (foi o que fizemos).
Morro em Krka

No horário combinado o barco parte para o local de inicio do passeio e você pode pegar o ônibus de volta para o estacionamento.

De la seguimos para a cidade chamada Zadar, conhecida como o melhor destino para se visitar na Europa em 2016.São aproximadamente 1:30h ate chegar la de carro.

Zadar

Chegamos ainda de dia, e resolvemos ir até o centro (cidade antiga) passear um pouco e jantar em um restaurante que foi indicação.

Zadar tem inúmeros restaurantes e cafés, e varias lojinhas naquelas ruazinhas fofas. E todos os restaurantes são lotados, entre 18:30 e 21:00. Então se quiser ir com mais calma vá depois das 21 horas.

No dia seguinte acordamos mais tarde e tomamos café com calma. Em seguida seguimos para explorar a cidade antiga novamente, nos perdendo nas ruazinhas.

No final da tarde fomos até o local chamado “Morske orgulje”, onde ocorre a celebração do pôr do sol e aonde ha placas de led no chão que ao escurecer iluminam com diversas cores. Infelizmente no dia que fomos não estava funcionando ou então demorou mais que o normal pra começar a funcionar e ja não estávamos la.

os painéis de led em Zadar
os painéis de led em Zadar

Se você decidir olhar o pôr do sol nesse local, vá um pouco antes e garanta um lugar para sentar no chão, e aprecie esse momento lindo.

Por do sol em Zadar
Por do sol em Zadar

Por fim, decidimos ir jantar mais tarde para evitar muitas pessoas e voltamos pra casa.

Zyrce Beach- Novaljia

Ha 1 hora de Zadar, esse local é o paraíso das festas na praia. Saimos de manhã e chegamos perto do meio dia. Logo após o check in resolvemos ja dar uma olhada no lugar e acabamos ficando direto.

Zyrce beach é uma praia onde existem 6 clubes de frente pro mar, dizem que funciona sem parar. Vera muitos jovens e pessoas que querem se divertir. Bung jump, aluguél de Jet sky é possível.

No dia em que fomos os clubes não estavam cobrando para entrar de dia, somente um deles NOA ( tinha uma festa especial e estavam cobrando entrada).

Parte da festa do NOA com vista da praia
Parte da festa do NOA com vista da praia

Nós optamos primeiro em deitar na praia e descansar um pouco curtindo o sol do club NOA do lado de fora e entrar na água para nos refrescarmos. Ali usamos espreguiçadeiras e guarda-sol sem ter que pagar. Alem de ter a festa na nossa frente , “participar” dela em partes, ou seja, super VIP.

Zyrce beach
Zyrce beach

Mais pro final da tarde entramos em dois clubes diferentes e curtimos o som um pouco.
Uma dica é levar sua própria bebida para beber na praia, e mais tarde comprar as bebidas no club, assim você economiza mais.

Um dos clubes da praia
Um dos clubes da praia

Como no dia seguinte teríamos que acordar cedo, resolvemos não demorar muito para ir pra casa.

Plivitce Nacional Park

Para chegar ao parque saindo de Novaljia é preciso contar com 2 horas e 30 minutos aproximadamente.

O Parque Nacional é enorme e tem vários locais de hospedagens dentro do parque.Nos reservamos um hotel dentro do parque, chamado – Gabrovec. Um hotel antigo porém confortável e com um restaurante maravilhoso! O atendimento foi impecável e a comida com um sabor delicioso.

Prato Melanie nesse restaurante
Prato Melanie nesse restaurante

Prato Daniel nesse restaurante
Prato Daniel nesse restaurante

Chegando no parque fomos direto para a entrada do passeio dos lagos. La você pode escolher qual o tipo de passeio que quer fazer, caminhando mais, ou menos. Usando transportes ou não. Nós optamos pelo passeio completo pois tínhamos o dia todo (é preciso de pelo menos 5h para esse passeio).

Esse passeio é de 9km andando, você inicia andando aproximadamente 1km e pega um ônibus que levará você até o topo dos lagos. A partir de la, começa a caminhada pelos lagos e floresta. Vai pensar que esta sonhando de tão lindo que é a cor da água. Infelizmente é proibido entrar nela.

Após 7 km pegamos um barco que leva 15 minutos para chegar do outro lado de um dos lagos, onde é possível descansar um pouco e curtir a beleza sentada. Chegando do outro lado são mais 2 km mais ou menos para pegar o próximo ônibus que levara até o inicio do passeio.

O Barco que usamos para o passeio
O Barco que usamos para o passeio

Mas ja aviso que precisa ter paciência. Como esse local está ficando cada vez mais famoso, a quantidade de turistas é muito grande e precisa andar conforme o ritmo de todos e ter muita mas muita paciência para tirar fotos. Nem todos respeitam a fila das fotos.

Plitvice Park
Plitvice Park

Foi um passeio realmente lindo e que eu amei ter conhecido.

Chegando no hotel, fomos jantar no restaurante que eu ja comentei. E no dia seguinte era hora de voltar para Split, o inicio da viagem.

São aproximadamente 2 horas e 30 minutos de viagem mas é bom contar sempre mais com as paradas.

Nessa segunda etapa da viagem ficamos a semana toda em Split. Uma cidade bem badalada com muitos restaurantes, lojas e passeios de barcos para as ilhas que ficam ali ao redor. E foi por esse motivo que ficamos mais tempo em Split, queríamos muito conhecer algumas dessas ilhas.

Split

Primeiro dia em Split acordamos e fomos correr no parque Suma Marjan, bastante frequentados pelos locais e turistas, e depois resolvemos passar a tarde na praia. Nesse parque mesmo tem o costão e la as pessoas ficam e entram na água tranquilamente.

Praia que tomamos banho em Split
Praia que tomamos banho em Split

A noite fomos passear na cidade antiga e jantar no restaurante chamado Chops Grill Steak and Seafood. A comida é fantástica, porem as porcões são pequenas e o preço não é tao em conta.

Prato do Daniel no Chops Grill
Prato do Daniel no Chops Grill

Salada que a Mel escolheu
Salada que a Mel escolheu

No segundo dia e em Split resolvemos conhecer a ilha de Hvar. Tem duas opções para chegar la, uma de catamarã e outra de ferry. Exceto se escolher passeios turísticos com agências ai será barco privado. Decidimos pegar a de catamarã pois era mais rapido (1h para chegar).

Uma ilha lindíssima com várias praias e mini ilhas por perto. Como não sabíamos bem como funcionava chegamos lá e decidimos alugar uma moto para conseguir ver mais coisas da ilha, mas esquecemos da carteira de motorista em Split e tivemos que mudar os planos. Pegamos um Taxi Boat por 45 Kunas, que ia para duas ilhas menores. E nos jogamos nessa aventura.
Nudists

A primeira ilha era bem pequena e por surpresa nossa adepta ao nudismo. Tinha varias pessoas e o local para banho era uma mini prainha. A mais linda que eu ja tinha visto, com água transparente demais. As pessoas super confortáveis, alguns nus outros com roupa de banho. Algo super natural para quem estava lá.
Nudists Beach

Depois de 1 hora resolvemos ir pra segunda ilha que era na verdade uma ilha badalada onde ocorrem festas. Porém como eu e o Daniel não gostamos muito desse ambiente de tudo ser caro por ser baladinha pegamos nossas coisas e procuramos um lugar na ilha onde não havia ninguém. E aproveitamos muito o mar.

Na parte mais deserta da ilha, sem badalação.
Na parte mais deserta da ilha, sem badalação.

Hvar Beach

Fizemos um erro de não ter comprado o ticket da volta junto com o da ida e quando chegamos em Hvar não havia mais catamarã disponível para Split naquele dia. Tivemos que pegar um ônibus até o local do Ferry e volar com ele que são 2 Horas.

No terceiro dia foi o único dia das férias que o tempo estava feio e chovendo. Resolvemos fazer compras no shopping
e a noite fomos comemorar nosso aniversario de Namoro (11 ano) num restaurante no centro antigo. A comida também estava deliciosa.

Prato de peixe que a Mel escolheu
Prato de peixe que a Mel escolheu

Lula Grelhada
Lula Grelhada

Prato que o Daniel escolheu
Prato que o Daniel escolheu

Quarto dia em Split foi dia de descansar e relaxar para curtir o Ultra Festival a noite. A tao esperada festa.
A experiência de ter participado foi incrível. O Som estava bom demais, os dj’s arrasaram!

Ultra Festival
Ultra Festival

O Quinto dia como podem imaginar, dormimos até de tarde para recuperar da noite. A noite jantamos em um restaurante chamado Buffer Fife. Custo beneficio ótimo! Comida super caseira, gostosa, e barata. Nós gostamos tanto que no dia seguinte fomos de novo.

Passeando em Split
Passeando em Split

Sexto dia em Split foi dia de visitar a outra ilha Brac. Agora ja mais atentos compramos a ida e a volta e levamos nossa carteira de motorista. Catamarã tem apenas um horário por dia e é um horário ruim por isso fomos de Ferry, mas são apenas 1 hora.

Fomos bem cedo e decidimos alugar um quadriciclo. Que foi a melhor escolha que podíamos ter feito, pois era algo diferente. Dirigimos quase 1 hora para chegar a tão famosa praia – Zlatni Rat. Que praia!!

Zlatni Rat

Aproveitamos quase 4 horas por la e depois seguimos para o topo da ilha, para ter a visão de cima. Na volta decidimos jantar novamente naquele restaurante do dia anterior.

Vista de cima
Vista de cima

Sétimo dia em Split queríamos visitar a Caverna verde e lagoa azul, porém não tinha catamarã nem ferry disponível de manhã e passeio turístico ja tinham saído mais cedo e a outra opção era meio dia apenas, porém era muito caro, na nossa opinião.

Resolvemos ir a uma ilha chamada Solta, ela é menos visitada mas tem seu encanto também. Porém não sabíamos o que fazer quando chegássemos la. Não achamos moto para alugar apenas o ônibus estava disponível. Fomos sem saber o que nos esperava. Paramos numa praia bem calma e linda, onde almoçamos e depois dormimos na praia debaixo de uma sombra.

Voltamos mais cedo para Split pois a noite tínhamos uma reserva num restaurante que queríamos muito ir. Indico a todos que estiverem la, é um pouco mais caro, porém o atendimento e o sabor da comida, essa experiência vale a pena. O nome do restaurante é Perivoj. Faça a sua reserva para garantir um lugar.

Restaurant Split

último dia em Split. Acordamos mais tarde e resolvemos as últimas coisa como compras e uma última volta pela cidade antiga. A noite foi nosso vôo.

Split

Minha opinião

A Croácia é realmente incrível e me surpreendeu. Amei a comida local, senti um pouco de falta da areia que temos no Brasil, mas a água é espetacular. Poderia ficar horas e horas somente na água. As pessoas também são muito respectivas e adoram ajudar.

Um país com varias belezas naturais que merecem serem vistos. Um destino que eu espero voltar!

Sem categoria Tags: , , , , , , , ,

Leia também:

    Quer emagrecer? Deixe seus dados e receba periodicamente nossas dicas de dieta e estilo de vida saudável!

    • Priscila

      Agradeço por compartilhar Mel, que experiência maravilhosa, provavelmente vocês não vão esquecer jamais!
      Li o livro do Daniel, era tudo o que precisava, tomara que ele se anime em escrever mais. Quando converso no meu trabalho sobre estilo de vida saudável sempre digo para olharem o trabalho de vocês, este espaço aqui, pois admiro muito e não consigo parar de ler de tão consistente e qualitativo.
      Mel, gostaria de saber como vocês não saem da rotina durante a semana com a alimentação, pois comer fora é caro e às vezes não tão saudável, tu e o Daniel preparam tudo o que precisam levar, almoço, lanche, congelando? Obrigada por repassar a vivência de vocês, tudo de bom!

      • https://plus.google.com/114981710314033100840/ Melanie Mafli

        Ola Priscila! Obrigada pelo feedback positivo. Ficamos muito felizes em fazer parte da sua vida e poder ajudar :)
        Vou avisar o Daniel pra preparar o próximo livro, é sempre bom saber que estão esperando mais um.

        Cuidar da alimentação sempre é difícil mas pode se tornar fácil se tiver organização e principalmente prioridade! Aqui na Suica é muito caro comermos fora o tempo todo então para o trabalho eu sempre levo minha Marmita e o Daniel também. Tentamos organizar tudo aos domingos e cozinhamos nosso almoço pra semana inteira. Isso mesmo, todo dia o mesmo cardápio durante aquela semana. Isso funciona para nos, pois não nos enjoamos da comida, porem voce pode cozinhar duas vezes na semana ou até três e mudar o cardápio.
        Com a vida corrida as vezes se torna mais fácil comer fora do que cozinhar, mas ai que entra a prioridade. Claro, quando acontece de termos que almoçar fora opto sempre por opcoes mais saudáveis, como uma proteína, bastante salada e verdura e se tiver um Carboidrato de absorção lenta eu pego também senão prefiro ficar na proteína, legumes(que também tem carbo) e salada.
        Para o lanche da tarde sempre tenho comigo nuts, futas secas, iogurte ou frutas. E ai escolho uma delas para comer a tarde de lanche.
        Nao consigo ser tao organizada ainda em levar minha lancheira pro dia todo, pois tomo café e janto em casa, mas quando acontece de estar fora de casa me viro com o que tem na rua, e sempre escolho a opção mais saudável.

        Espero ter ajudado! E voce como faz? Beijos :)

    Receba em seu e-mail dicas sobre emagrecimento e estilo de vida saudável...