OFERTA DO DIA

Sistema de Queima Q48 – 1 ano de resultados em 8 semanas – 12x sem juros

Aproveitar

Mito desvendado! Cerveja faz bem à saúde!

Daniel Darugna Saúde 0 comentários">0 comentários
cerveja

Graças à famosa e indesejável “barriga de cerveja”, a cerveja tem uma reputação de bebida ruim, que faz mal à saúde. Sendo assim totalmente oposta a um estilo de vida saudável. Mas degustar desta maravilhosa bebida com moderação, pode realmente ser uma escolha saudável. Pelo menos é o que um crescente número de estudos científicos dizem.

Fatores nutricionais da Cerveja

Você sabia que a cerveja é livre de gordura, sem colesterol e contém poucos carboidratos? Provavelmente nunca paramos para pensar no valor nutricional de uma cerveja, mas segundo o banco de dados do United States Department of Agriculture, uma porção de 355 ml (uma latinha) de cerveja comum possui em média:

  • Calorias: 153
  • Proteína: 1,64 g
  • Carboidratos: 12,64 g
  • Cálcio : 14 mg
  • Magnésio : 21 mg
  • Fósforo : 50 mg
  • Potássio: 96 mg
  • De sódio : 14 mg
  • Zinco : 0,04 mg
  • Tiamina : 0,018 mg
  • Riboflavina : 0,089 mg
  • Niacina: 1,826 mg
  • Ácido Pantotênico : 0,146 mg
  • Vitamina B6 : 0,164 mg

Fazendo uma comparação simples, um pão francês possui 25,33 g de carboidratos (o dobro!) e uma banana possui 27g (pouco mais que o dobro!) em média, o que comprova o baixo nível de carboidratos existente na cerveja.

Possíveis benefícios da cerveja no organismo:

  • Coração: Um estudo da Emory University, envolvendo mais de 2.200 homens e mulheres idosos descobriu que aqueles que consumiram pelo menos 1 cerveja por dia apresentaram um risco 50% menor de sofrer de insuficiência cardíaca. Outro estudo conduzido por Alemanha, França e Reino Unido descobriu que o consumo moderado de cerveja ou vinho pode ter propriedades anti-inflamatórias, o que pode diminuir a doença cardíaca de risco coronariano.
  • Cérebro: Usando uma ressonância magnética, um cientista de Boston descobriu que pessoas que bebem de forma leve a moderada, têm menos AVC do que pessoas que se abstém do álcool. Provavelmente por causa do efeito do álcool que dilui o sangue e evita a formação de coágulos sanguíneos minúsculos no cérebro. Mas não anime-se muito! Consumidores pesados de cerveja ou álcool, embora tenham uma menor probabilidade de AVC, também sofrem de atrofia ou desperdício maior do tecido cerebral.
  • Ossos: Um estudo publicado no Journal of the Science of Food and Agriculture sugere que beber cerveja moderadamente pode afastar a osteoporose . Os pesquisadores descobriram que a cerveja é uma boa fonte de silício na dieta, o que é importante para o crescimento e desenvolvimento ósseo.
  • Envelhecimento: A cerveja contém antioxidantes! Um estudo publicado no Journal of Nutrition and Biochemistry sugere que os níveis de antioxidantes encontrados no sangue são elevados após o consumo de cerveja.

Bom, antes de sair para comemorar sobre este post e sair estocando caixas e mais caixas de cerveja, tenha em mente que todos os estudos acima apontam que a cerveja é saudável apenas se você beber de forma moderada. O que todos os médicos e cientistas concordam, no entanto, é que os riscos à saúde causados por beber grandes quantidades de álcool superam seus benefícios.

Quem não deve beber cerveja?

  • Grávidas ou mulheres que estão amamentando não devem beber cerveja. Mesmo pequenas quantidades de álcool podem danificar o feto em desenvolvimento ou a criança que bebe o leite materno.
  • Viciados: Pessoas com vícios de alcoolismo ou drogas não devem beber cerveja.
  • Menores: Menores de 18 anos. Proibido por lei no Brasil.
  • Pessoas com doenças no fígado, no pâncreas, ou qualquer tipo de doença crônica devem consultar um médico.
  • Pessoas com gota devem evitar cerveja. Gota é muito doloroso e é desencadeada pelo álcool.
  • Diabéticos devem falar com seu médico.
  • As pessoas que tomam qualquer tipo de medicação deve falar com seu médico.

3 dicas para os amantes de cerveja:

  1. Defina o seu limite e ritmo: Decida quantas cervejas você vai beber e em quanto tempo. Não tenha medo de dizer “não, obrigado”. Lembre-se de beber devagar: Um fígado saudável pode processar aproximadamente 350ml de cerveja por hora. Se você beber mais rápido do que isso, corre o risco de sobrecarregar a capacidade do seu corpo de processar o álcool.
  2. Não beba com o estômago vazio: Comer uma refeição substancial antes de sair e beber ajuda a retardar a absorção do álcool. Um outro efeito disto, é que com o estômago cheio você automaticamente beberá menos.
  3. Beba água entre cada cerveja: O álcool desidrata o corpo, beber um pouco de água entre bebidas alcoólicas ajuda a reduzir o consumo de álcool e também a manter o seu corpo hidratado.

Como em tudo na vida, o equilíbrio é o segredo! A diferença entre remédio e veneno é apenas a dose com diz o ditado.

Todos os benefícios nutricionais da cerveja podem ser também encontrados em outros alimentos.

Se eu gosto de cerveja? Claro que gosto, e aprecio com muita moderação!

E você? Já tinha imaginado que beber cerveja com moderação pode fazer bem à sua saúde? Compartilhe sua experiência conosco!

Saúde Tags: , , , , , , , , , , , , ,

Quer emagrecer? Deixe seus dados e receba periodicamente nossas dicas de dieta e estilo de vida saudável!

Daniel Darugna

Formado em Administração, certificado Project Manager Professional pelo PMI. Faixa marrom de Jiu-Jitsu. Alquimista na cozinha. Pesquisador na área da Saúde e Fitness e evangelista de um estilo de vida saudável. 

Artigos Recentes:

Receba em seu e-mail dicas sobre emagrecimento e estilo de vida saudável...