OFERTA DO DIA

Sistema de Queima Q48 – 1 ano de resultados em 8 semanas – 12x sem juros

Aproveitar

4 Fatores pouco conhecidos que fazem você engordar quando estressado e como evitar

Daniel Darugna Emagrecimento 0 comentários">0 comentários
no-stress

Alguma vez você já se pegou comendo inconscientemente aquele pote de sorvete delicioso depois de uma briga com seu namorado(a) ou marido/esposa? Ou talvez já tenha se pego comendo um hambúrguer com batatas fritas na frente do computador para atender um prazo no escritório?

Você não está sozinho e provavelmente não é sua culpa. O estresse pode ser uma tripla ameaça para ganharmos alguns quilos a mais na balança.

O estresse aumenta o apetite, faz nosso corpo entrar em um estado de acumulo de gordura e também interfere na nossa força de vontade para criar ou manter um estilo de vida saudável.

Separei hoje especialmente para você as quatro principais razões que o estresse leva ao ganho de peso e mais importante, separei 2 grandes estratégias para combater o ganho de peso por causa do stress. Vamos lá!

4 fatores que te fazem engordar quando estressado

1. Os Hormônios e a Gordura

Smepre que nosso cérebro detecta a presença de uma ameaça, não importa se é uma cobra no seu quintal, uma aranha na sua garagem, um chefe mal-humorado ou a conta do cartão de crédito estourada, ele provoca a liberação de uma série de substâncias químicas, como por exemplo a adrenalina e cortisol.

Seu cérebro e consequentemente seu corpo se preparam para enfrentar uma ameaça e faz você se sentir alerta, pronto para a ação e capaz de resistir a uma lesão.

No curto prazo, a adrenalina ajuda a sentirmos menos fome porque seu sangue flui para longe dos órgãos internos e vai para seus músculos para se preparar para lutar contra a ameaça ou fugir.

No entanto, uma vez que os efeitos da adrenalina passam, o cortisol, conhecido como o “hormônio do estresse”, começa a sinalizar o corpo para reabastecer.

Lutar contra os animais selvagens, que era o que nossos antepassados ​​faziam, utiliza uma grande quantidade de energia. Por causa disso, os corpos dos nossos antepassados precisavam de mais estoque de gordura e glicose.

Hoje em dia o ser humano que está sentado no sofá preocupado sobre como pagar a conta ou trabalha longas horas em frente ao computador para conseguir cumprir prazos não gasta tanta energia quanto nossos antepassados para lidar com o estresse!

Infelizmente, estamos presos a um sistema neuroendócrino que ainda não se atualizou, por isso que seu cérebro ainda está dizendo para comer muito durante ou logo após uma carga de estresse.

RELACIONADO: Faça seus hormônios trabalharem a seu favor no emagrecimento

2. Ansiedade e o acumulo de Gordura

Quando temos uma descarga de adrenalina como resposta a uma situação de perigo, nós ficamos nervosos e ativados. A adrenalina é a razão para aquele sentimento de estar “ligado” ou atento que temos quando estamos estressados.

O problema é que isto pode nos levar a um sentimento de inquietude, uma ansiedade que também pode desencadear em comer demais.

Comer alimentos não saudáveis ​ou em excesso em resposta ao estresse ou como uma maneira de se acalmar é muito comum.

Em um recente pesquisa da American Psychological Associationa, 40% dos entrevistados relataram lidar com o estresse, desta forma, enquanto 42% relataram assistir televisão durante mais de 2 horas por dia para lidar com o estresse.

Ficar sentado no sofá também aumenta a tentação de comer demais, o que significa calorias extras ingeridas sem ser queimada.

A ansiedade também pode fazer você comer mais “sem pensar”, ou seja, sem nem mesmo focar no sabor do alimento e a quantidade que você comeu. Quando você come sem pensar, você provavelmente vai comer mais, mas sentir-se ao mesmo tempo menos satisfeito.

RELACIONADO: Como parar de comer por impulso emocional

3. O problema do Desejo e o Junkie Food

Quando estamos com muito estresse, ficamos com um desejo descontrolado de alguns alimentos como um saco de batatas fritas ou um pote de sorvete.

Estes alimentos tendem a ser fáceis de comer, são altamente processados ​​e ricos em gorduras trans, açúcar e sal.

O estresse pode atrapalhar o sistema de recompensa do nosso cérebro ou o cortisol pode nos causar este desejo por mais gordura e açúcar. Nós também podemos ter memórias de infância, como o cheiro daqueles biscoitos recém-assados pela nossa vovó, que nos levam a associar alimentos doces com conforto.

Quando estamos estressados, também podemos ser mais propensos a comer um Fast Food, ao invés de investir tempo e energia mental planejando o que cozinhar.

4. O sono e o acúmulo de gordura

Você já ficou acordado à noite preocupado em pagar as contas ou sobre quem vai ver os seus filhos quando você tem que ir para o trabalho?

De acordo com uma pesquisa americana, mais de 40% de nós ficamos acordado à noite como resultado de stress.

A pesquisa mostra que a preocupação é uma das principais causas de insônia. Nossas mentes são hiperativas e não desligam.

Se você bebe café ou refrigerantes com cafeína para ficar acordado, ou álcool para se sentir melhor, o seu ciclo de sono poderá ser ainda mais prejudicado.

O sono é um poderoso fator que influencia o ganho de peso ou emagrecimento. Falta de sono pode atrapalhar o funcionamento de grelina e leptina – hormônios que controlam o apetite.

Nós também desejamos carboidratos quando estamos cansados ​​ou mal-humorados pela falta de sono.

Finalmente, não recebendo nossas horas de sonos preciosas a nossa força de vontade e capacidade de resistir à tentação é destruída.

RELACIONADO: Quer perder peso (Emagrecer)? Vá dormir!

Como evitar engordar quando se está estressado

1. Exercício

O exercício aeróbico neste caso é uma ótima pedida. Este tipo de exercício pode diminuir o cortisol ativar a liberação de substâncias químicas que aliviam a dor e melhorar o humor. Ele também pode ajudar a acelerar o seu metabolismo para que você queime calorias extras.

Uma ótima forma de exercícios para quem tem uma vida agitada e com muitos compromissos, é o treino intervalado de alta intensidade, que ocupa pouco espaço da sua agenda e tem excelentes resultados, leia mais em: Economize tempo e entre em forma com o Treino Intervalado de Alta Intensidade.

2. Procure se premiar com coisas não relacionadas à comida

Fazer uma caminhada, ler um livro, ir a uma aula de yoga, receber uma massagem, acariciar seu cão, ou tirar um tempo para seus amigos e familiares podem ajudar a aliviar o stress sem engordar.

Embora você pode sentir que você não tem tempo para atividades de lazer, tendo tempo para aliviar o stress ajuda você a se sentir revigorado, permite pensar mais claramente, e melhora o seu humor de modo que ficará menos propenso a comer demais.

Considerações Finais

Espero que você tenha entendido as 4 formas que o estresse podem te engordar e que as duas dicas acima te ajudem a seguir pelo caminho de um estilo de vida saudável e magro(a).

Qualquer dúvida ou comentário, basta deixar uma mensagem para mim abaixo que vou responder o mais rápido possível.

Grande abraço.

Emagrecimento Tags: , , ,

Leia também:

    Quer emagrecer? Deixe seus dados e receba periodicamente nossas dicas de dieta e estilo de vida saudável!

    Daniel Darugna

    Formado em Administração, certificado Project Manager Professional pelo PMI. Faixa marrom de Jiu-Jitsu. Alquimista na cozinha. Pesquisador na área da Saúde e Fitness e evangelista de um estilo de vida saudável. 

    Artigos Recentes:

    Receba em seu e-mail dicas sobre emagrecimento e estilo de vida saudável...