Você curte de aventuras como fazer trilha em meio a natureza? Então você vai se apaixonar pela Suíça.

Aqui na Suiça as opções são inúmeras. Praticamente todas as cidades possuem um “Spazierweg” (caminho para caminhada), como na foto acima que tirei chegando na trilha wasserauen .
Existe uma infinidade de montanhas por aqui com ótima infra-estrutura para receber a todos da família, inclusive os pequenos. Dica: Não perca o vídeo no final do artigo.

Trilha na natureza – O que os suíços gostam de fazer!

No idioma alemão a palavra “wanderen” é muito usada para esses tipos de caminhadas em montanha. A galera escolhe um determinado lugar para explorar, levam mochilas com comida, garrafa de água e o que julgar necessário. Sapatos especiais são recomendados(Wanderschuhe) e essas caminhadas garantem a diversão de toda família.

Existem trilhas para todas as idades. O fato que eu julguei mais interessante no caminho de trem para a trilha wasserauen é que existem muitas famílias que dedicam um dia todo ou mais para isso, pessoas de todas as idades.

É perfeito para dias ensolarados e também em dias de céu nublado. Um belo programa em família onde os pais carregam uma mochila nas costas e a criança fica ali sentada. Este tipo de mochila é um sonho do Daniel para quando tivermos filhos (vamos ter Amor).

mochila para carregar crianças

Muitas pessoas usam essas mochilas para carregarem seus bebes.

O que eu senti

Resolvi publicar este artigo para compartilhar com você um dos passeio (#trilha) que fiz com minha amiga de infância Thea. Foi uma trilha que jamais vou esquecer. Precisei ter resistência, superar medos e ganhei com isso uma grande experiência que ficará para sempre na memória!

Wasserauen – Appenzeller Alpes

Desde que cheguei na Suíça, há 2 semanas, eu estava esperando para o dia de poder fazer um “Wanderung”. É algo muito marcante para qualquer um que vive esta experiência, mas com um gostinho especial para mim pois relembra de quando eu era muito pequena e fazia com meus pais aqui na região.

Dia 14.05 é feriado aqui na Suíça (Quinta-feira) e decidimos pegar esse único dia e escolher um Lugar para fazermos o “wandernung”.

O lugar escolhido foi em Appenzeller, uma região montanhosa dos Alpes Suíços onde há vários destinos para escolher e tem uma ótima infra estrutura, como qualquer outro lugar por aqui.

Appenzeller fica no cantão de St Gallen, distância de aproximadamente duas horas de trem de Zurique.

MAPA Appenzeller

Mapa dos Alpes de Appenzeller

Informação interessante para os aventureiros é que para fazer estes passeios e trilhas ninguém paga “entrada”. Só se paga algo quando consome ou então quando usar o teleférico.

Escolhemos ir ate Wasserauen e de lá tivemos que escolher uma montanha para fazer a trilha.(as opções são realmente inúmeras por aqui). Decidimos então pelaMessmer(que dura mais ou menos 2:15h).

Tínhamos a opção de ir de Teleférico mas estávamos dispostas e resolvemos fazer tudo a pé!
No meio do caminho passamos por um lago que é super famoso: Alpensee. Ele aparece numa embalagem de cerveja da região e é de tirar o folego.

Alpensee

Alpensee – um lago ao meio dos Alpes

O início da trilha é bastante ingrime e fomos devagar para não cansar logo de cara. Vale o esforço, pois chegando nesse lago você repõe todas as energias dedicadas até então.

Alpensee caminho

Antes da chegada no lago.

logo após o lago, chegamos na parte mais difícil. Não sabíamos que iríamos encontrar neve no local e estávamos um pouco despreparadas (uma usando Tênis ao invés de sapatos especiais e não tínhamos roupa de frio). Mas decidimos continuar e lutar contra nosso medo e enfrentar os obstáculos da natureza.

Quando chegamos na parte com neve foi muito tenso pois era muito ingrime e qualquer passo em falso levaria a gente montanha abaixo. Mas olha o que a gente encontrou no meio do caminho, de uma forma como se falasse: “É pra vocês”

A corda

Uma corda que nos ajudou em todo caminho.

Mesmo tendo um efeito mais psicológico do que de segurança fomos em frente. Cada uma segurando a corda de um lado e dando um passo de cada vez ate chegar no outro lado. Queria ter filmado pra vocês nossa travessia interessante mas fiquei com medo de me desconcentrar e cair. Questão de segurança.

Vitoria! uhullllll, chegamos ao nosso primeiro destino, Mesmer. Lá encontramos um “Gasthaus”, que são casinhas que abrem nas temporadas e servem alimentação e bebida para as pessoas, e a maioria aproveita para sentar ao sol e descansar aproveitando a bela vista.

Mesmer chegada

Chegando no Mesmer, o primeiro destino.

Nessa Foto ilustra o que esta escrito na casa, Gasthaus. Onde diz que essa casa foi construida em 1934, pegou fogo em 1936 e passou por avalanche de neve ou pedra em 1945. Interessante, neh?

Gasthaus Mesmer

Nosso pedido não foi nada saudável, estávamos morrendo de fome e precisávamos de calorias! Então porquê não escolher o tradicional Rösti com queijo e uma Bratwurst? 🙂

almoço Gasthaus

Nosso almoço no Gasthaus – Rösti com queijo e Bradtwurst

Depois de quase uma hora de descanso decidimos continuar para um próximo destino. Não poderíamos seguir adiante na trilha pois a neve era demais. Mas escolhemos a trilha que levaria para Ebenalp.

Trilha Ebenal – O que encontramos por lá?

No meio do caminho chegamos em um pico altíssimo, e claro, de tirar o fôlego. Fiquei com um pouco de vertigem devido a altura mas fui corajosa gente 🙂

pico 2

A vista do lago Alpensee de cima.

Chegamos ao nosso segundo, ali também há um teleférico e quase que decidimos descer com ele, pois já estávamos um tanto quando exaustas. Mas a gente queria completar a caminhada toda a pé então seguimos firme e em frente!

Depois de passar mais algumas partes com neve remanescente, a gente seguiu e tivemos mais uma linda surpresa ao chegar em outra “Gasthaus”. Que estava bem mais cheia de gente do que aquela em que almoçamos. Aproveitamos para descansar um pouco e continuar nossa jornada completando 4:30h de expedição.

Ao começarmos a descer a montanha em direção ao vale, chegamos em uma casa de família que vendia queijo de Cabra e aproveitamos para conhecer o local.

paisagem

Antes de chegar a casa com queijo de cabra

E então depois de um longo dia de trilhas finalizamos 7h depois, felizes, cansadas e realizadas!!! Um dia como esse não será esquecido jamais!!.

E eu fico feliz em saber que esta é a primeira de muitas que ainda farei e compartilharei com vocês. Eu amo isso, amo poder estar em contato com a natureza, fazer algo pro meu corpo e enfim, estar por aqui.

Espero poder ter passado da melhor forma a minha experiência e sugiro a todos que tenham a oportunidade de fazer uma trilha dessas. Isso eh qualidade de vida.